Pular para o conteúdo
Voltar

MTI realiza Diálogo Público para debater Desenvolvimento e Sustentação de Softwares

Evento online será realizado no dia 01 de junho, às 15h (horário de Brasília)
ASSCOM | MTI

Comunicação/MTI
A | A

A Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) realizará um Diálogo Público sobre Desenvolvimento e Sustentação de Softwares que tem como intuito esclarecer sobre o processo de seleção de parceiros para possível Celebração de Parcerias Estratégicas baseado na Lei 13.303/2016 a fim de prover Solução de Fábrica de Software. O evento online é aberto ao público e será realizado na quarta-feira (01.06), às 15h (horário de Brasília).

 

A conferência será totalmente virtual, para participar é preciso fazer a inscrição e acessar o link do Google Meet, às 14h, horário de Mato Grosso (15h de Brasília). O objetivo do encontro é dar transparência ao processo e convidar as empresas que tenham interesse e que atuam nesse mercado.

 

Ao final de todas as apresentações, os participantes poderão esclarecer dúvidas e dar sugestões a fim de contribuir com a construção do edital para o chamamento público para seleção de possível parceiro. Também será disponibilizado o e-mail: inovacao@mti.mt.gov.br para aqueles que quiserem entrar em contato com a MTI para elucidar quaisquer dúvidas.

Para essas parcerias, a MTI realiza um chamamento público para identificar o melhor parceiro para essa oportunidade de negócio. Identificam critérios objetivos técnicos e negociais, para selecionar o melhor parceiro, conforme previsto no Regulamento de Licitações e Contratos da MTI e da Instrução Normativa 02/2019.

 

De acordo com o gerente de Gestão Estratégica de Inovação da MTI, Paulo Márcio Pinheiro Macedo, a empresa busca inovar no produto Fábrica de Software, agregando o conhecimento que tem de governo, dessa maneira, contribuir de forma diferenciada na análise das demandas dos clientes, agregando maior valor as entregas e produtos de software, já que a MTI entende o contexto de governo, facilitando integrações entre sistemas, interoperabilidade padrões e qualidade de softwares, padronizando isso a nível de governo.

“A Fábrica virá para compor um produto maior e mais completo que a MTI pretende entregar, sendo que a sustentação, padrões arquiteturais e qualidade ficam a cargo da MTI, então, o produto Fábrica de Software MTI é um produto mais completo do que o que se contrata no mercado”, explicou o gerente.

A MTI é uma das pioneiras nesse formato de parceria que não acarreta custos ao Estado ou a própria MTI, pois conta com o objetivo de agregar produtos ao portfólio da empresa, ou seja, sem garantia de comercialização do produto criado pela parceria com a empresa. Caso a parceria se consolide, a aquisição do produto por clientes interessados seguirá todos os trâmites legais estabelecidos pela lei.